quinta-feira, 7 de maio de 2009

Desapareci no tempo

Desapareceu para sempre e não mais voltou....sem regresso por aqui me fico...esperando que surjas no meu caminho ou talvez não.....incansável e incompreensível somos todos nós...apenas porque não vi o caminho nem a luz ao fundo do túnel...transpareci nas mágoas de querer ser triste, banhada de salitre que jamais larga o corpo cansado, vislumbro um paradigma que não quis construir mas que se personificou a meu lado, num qualquer recanto sombrio e fulcralmente arrebatador....nada mais a dizer...só vejo o fim do inicio e o inicio do fim....e os contornos de me magoar por entre as margens dos rios mais perigosos que já conheci....

Um comentário:

Teresa Queiroz disse...

excelente ...sentido
gostei bastante

passarei mais vezes

um beijo desde lisboa
com saudades do algarve

teresa